Review | Creme St. Ives

Eu estava mortinha por falar dele...
Foi um dos produtos que adquiri em Londres e que me despertou mais interesse.
Comprei numa promoção 3 por 2 na Boots.
Venho falar-vos do esfoliante da marca St. Ives que é líder no Reino Unido.


Assim que regressei a Portugal e que pude retomar a minha rotina de pele, quis experimentar. Usei várias vezes e não deixou margem para dúvidas.
É provavelmente dos melhores esfoliantes que já me passou pelas mãos.
Os grãos finos limpam a pele em profundidade, removendo as células mortas e deixa a pele suave, macia e iluminada.
Dá para todos os tipos de pele e é oil-free.

Este esfoliante ao entrar em contacto com a nossa pele, limpa em profundidade e deixa-a com um aspecto mais saudável.
Basta um pouco deste produto para vos limpar o rosto por inteiro.
Por pouco mais de 3/4€ trouxe um produto maravilhoso comigo e só tenho pena de não ter trazido mais, porque 30ml acaba num instante e isso é o único contra que existe neste produto, até ao momento.

Veredicto final: Quero mais. Mandem vir. Aceito um camião tir cheio deste esfoliante.

Kiss!


Em Viagem #3 | Londres

A primeira pergunta que tenho a fazer é: Posso voltar já?
Rever todas as fotografias e pensar que aqueles dias passaram a correr...
Antes de vos contar como foi a viagem em si, tenho de partilhar que viajei através da Ryanair e fiquei surpreendida com o facto da tripulação ser super acessível e faz com que quem tenha medo de voar (não é o meu caso) perca esse medo.

Para quem não sabe, fiz esta viagem com a minha amiga Maria João e ela tem um canal no youtube juntamente com a irmã e se vocês clicarem aqui vão conhecer duas pessoas fantásticas!


Fiquei mesmo no centro de Londres, estava a 5 minutos de Oxford Circus e tinha todos os meios de transportes disponíveis sem ter que esperar mais do que 2 minutos.
Só a partir daí eu fiquei logo rendida ao sistema de transportes deles, (provavelmente a João vai começar a rir-se nesta parte) a coordenação deles faz com que ninguém espere por um transporte e as alternativas são imensas. Não precisei de apanhar uma única vez um táxi para me deslocar, fosse para onde fosse.


Ficámos alojadas no Yha Central London, um hostel que nos conquistou desde do primeiro minuto em que entrámos. Staff sempre disponível, simpáticos e atenciosos.
O nosso quarto era feminino e tinha apenas 4 camas e apesar de serem beliches, eram super confortáveis.
Posso admitir que quando pensei que ia partilhar um quarto e que iria ficar num beliche, iria dormir mal todas as noites. Não podia estar mais enganada... Super confortável.
Este hostel tinha hospedes de todas as idades. Posso dizer-vos que vi desde punks a idosos. Maravilhoso!


Um dos primeiros lugares por onde passámos foi pela ponte de Waterloo, que tem uma vista privilegiada para o London Eye e para o Big Ben. Se eu pudesse, ficava durante horas a observar aquela paisagem. Parece que estamos num cenário de um filme.
Tivemos a sorte de apanhar dias lindíssimos, como se pode observar pela fotografia.


Quem diria que eu iria assistir ao pôr do sol em Westminster? Eu estava a sonhar? 
Ficámos a observar, a tirar fotografias... Parecia que nada iria chegar para registar cada momento.
Estavam cerca de 0 graus, fomos buscar uma bebida quente ao Caffé Nero e continuámos a descobrir Londres.


Um dos locais mais visitados pelos turistas que passam por Londres: Piccadilly Circus. Conhecida pelos famosos placares luminosos que fazem com que aquele local nunca adormeça. Há sempre luz, há sempre gente.
Ah claro... e ali ao fundo há uma Boots. Nós entramos lá umas 300 vezes em 5 dias. Todos os dias arranjávamos uma desculpa para comprar mais alguma coisa. Gajas!


Oxford Circus ou então zona de perigo para quem não quer gastar muito dinheiro. Há lojas de tudo para todos. Não há como fugir desta zona sem acabar com um saco na mão.


Sim! Sim! Sim! Um esquilinho teve nas nossas mãos e não sei como é que não o trouxe para casa. 
Hyde Park. Um sítio mágico, onde podemos fugir da realidade, onde podemos passear durante outras, onde podemos respirar e encontrar destas coisas maravilhosas. 


Hyde Park Corner. Este sim, era um dos locais que eu escolhia para viver em Londres. Fica mesmo em frente ao Hyde Park e tem prédios que são um luxo, literalmente. Ou seja, teria de vender os meus órgãos para conseguir viver numa cave de um destes prédios. 
Mas pensem comigo: Ao menos estava perto dos esquilos. 


Bond Street. Outra zona de perigo! Aqui podemos encontrar a famosa loja Forever 21 ou até mesmo o centro comecial Selfridges que é provavelmente dos sítios mais caros de Londres porque tem as marcas mais luxuosas para se visitar. Sim, eu disse visitar... pelo menos a única coisa luxuosa que fiz foi usar o Wi-Fi da Louis Vuitton e já me senti no topo da ostentação. 


Voltámos a Westminster e Waterloo. 
A quantidade de pessoas que está à caça da fotografia perfeita junto ao Big Ben e ao London Eye é surreal. E claro, nós quisemos juntar-nos ao grupo porque somos umas verdadeiras turistas. 
Mas digamos que eu sou a fotografa mais prática: Foco e clica.
Por outro lado, tínhamos os verdadeiros artistas que até tripés levavam. 


A Tower Bridge é provavelmente das pontes mais bonitas que eu já vi na minha vida. 
A arquitectura, a iluminação, tudo. É tão bonita!
Todos os dias andámos a pé, mas neste em especial, fizemos uma longa caminhada. Atravessámos a ponte e andámos sem parar.  Eu ainda hoje estou para perceber como é que regressámos com os nossos pés. 


Não podia finalizar este post sem partilhar com vocês que viajei com uma das pessoas mais incríveis que tive oportunidade de conhecer no ano passado. 
O snapchat trouxe-me a oportunidade de conhecer a pessoa que eu estava longe de saber que ia ser a minha travel buddy e eu espero que esta tenha sido a primeira de muitas viagens na companhia da Maria João. 

Gostaram? Eu também e quero voltar rapidamente. 

Kisses!




Review | Vice 4 - Urban Decay

Quando foi lançada, não foi amor à primeira vista.
E depressa percebi que estava errada e afinal é das paletas que mais uso.
A começar pelo packaging que é absolutamente lindíssimo. Traz uma bolsa preta e prateada com o logotipo da Urban Decay, que protege a paleta de eventuais desastres! Isto para quem tem mãos de manteiga como eu, é uma mais valia.
A paleta em si, tem uma embalagem em 3D em tons azuis e verdes e é incrível.
Aliás, o design de cada paleta da UD é pensada ao pormenor e raramente desilude.
As cores desta menina são tudo o que há de bom.
São 20 cores, mattes e metálicos.
Eu sei, eu sei... Talvez estejam a pensar o que eu pensei: Cores demasiado fortes.
Mas existem cores neutras e cores para looks mais arrojados.
Com esta paleta vocês conseguem criar looks discretos ou completamente "cheguei e arrasei!"
Eu tenho-a usado para todas as ocasiões e tenho adorado a durabilidade das sombras.
E a pigmentação? I-n-c-r-í-v-e-l.
Escolhi quatro sombras aleatórias para vos comprovar a qualidade. Parece que estamos a tocar em seda.
Agora entendem porquê que ando completamente viciada nesta menina?

Podem encontra-la nas lojas Sephora e custa pouco mais do que 50 euros. Aproveitem os descontos que a Sephora faz regularmente e irá valer a pena cada cêntimo.

Veredicto final: É um autêntico must-have!

Kisses!



Em Viagem #2 - Madeira

Agora entendo aquela velha frase de querer voltar para a ilha...
Fui tão feliz.

Estive na Madeira em Setembro.
Percorri tudo, passava pelas 4 estações do ano no mesmo dia, comia e não me fartava... Fui tudo menos fit.

Fiquei hospedada no Four Views Baia. Fica bem perto do centro e tem uma vista que até dá vontade de dormir com a cara colada ao vidro só para ter a certeza que acordamos outra vez com aquela maravilhosa vista sobre o Funchal.

Vamos começar pelos pequenos-almoços. 


Eu se pudesse vivia num hotel só para puder ter pequenos-almoços destes todos os dias da minha vida.
Demorei cerca de 8 dias a ficar mal habituada. Tão mal habituada que já está previsto passar lá a passagem de ano. (Na minha cabeça, o mais importante é a passagem pelo buffet do pequeno-almoço.)

As paisagens... Absolutamente arrepiantes.


O cheiro a mar, a beleza da natureza... está tudo tão presente que era impossível não ficar fascinada com cada paisagem.

Desde do Mercado do Funchal, às bananeiras da Calheta, às piscinas naturais de Porto Moniz, às famosas casinhas de Santana, às lapas no Caniçal, a descida nos cestos do Monte... Eu rendi-me.

E gastronómicamente falando...


... Fui ainda mais feliz.
Desde os bifes de atum, as lapas, passando ainda pelas frutas maravilhosas.
Como é que alguém consegue pensar em ser fit com estas coisas debaixo do nosso nariz? Impossível!

Tinha muitas mais fotos para vos mostrar, mas íamos ficar aqui muito tempo.

Quero voltar à Madeira rapidamente.
Vamos? Vamos!

Kisses!



Comer bem e sem erros fora de casa

Se há alturas em que penso que a dieta vai por água abaixo, é quando tenho de comer fora sem estar nos planos.

A verdade é que toda a gente sabe que quando estamos em dieta, planeamos muito bem qual vai ser o dia em que vamos dar a facadinha - ou por outras palavras: quando é que vamos enfardar bem sem pensar na quantidade de porcarias desnecessárias que estamos a ingerir - e os piores locais para cometer erros "surpresa" são os centros comerciais.

Podia estar aqui durante horas a falar-vos de todos os motivos e mais alguns pelos quais os centros comerciais são dos piores sítios para fazer refeições saudáveis, mas ficamos-nos somente pelo principal: Há demasiada tentação à volta e nem o Divino nos safa na hora de nos entregarmos ao menu das pizzas.

E é por esse mesmo motivo que hoje vos venho dar 3 ideias deliciosas e 3 restaurantes que existem em centros comerciais para evitar deslizes.

Vamos começar pelas 3 ideias deliciosas.

1ª Ideia: Salada do Vitaminas - Alface, frango, ovo cozido, cenoura ralada e tomate. Temperada como uma salada normal: um fio pequeno de azeite, vinagre e sal.
2ª Ideia: Empadilha de Atum do Celeiro (as melhores do mundo!) - Acompanho com legumes e ovo cozido.
3ª Ideia: Salada do Vitaminas - Alface, massa (agora já há integral, finalmente), frango, ovo cozido, tomate e nozes. Temperada novamente com um fio de azeite, vinagre e sal.

Como podem verificar, eu no Vitaminas não sou de variar na proteína e não adiciono os molhos que eles têm porque são tudo menos necessários à minha salada, mas vocês podem colocar o que entenderem.

E agora os três restaurantes que existem em centros comerciais e que vos permitem ter uma alimentação saudável: Vitaminas, Celeiro e Go Natural.
Estão presentes na grande maioria dos centros, possuem uma grande variedade de alimentos e são deliciosos.

Agora quando forem a um centro comercial fazer algum tipo de refeição, evitem cair na tentação no que tem o slogan i'm lovin' it  e procurem o que vos oferece os nutrientes que precisam.

E digam que vão daqui, está bem?

Kisses!


Em Viagem #1 | Brasil - São Paulo

Olha qui coisa mais linda mais cheia dji graça...
(Quando penso no Brasil é a primeira coisa que me ocorre, está bem?)

Estou neste momento em Londres com uma temperatura completamente diferente da que o Brasil oferece este mês, mas eu não me importo. Digamos que sou mais adepta de cobertores e bebidas quentes.
No entanto, fui a São Paulo no mês de Janeiro do ano passado e foi engraçado sair de Portugal com botas e casacos quentes e chegar ao Brasil e calçar logo as havaianas.

Um bafo terrível ao chegar ao país do samba, só queria era que me despejassem em cima um garrafão de guaraná e que me dessem a provar as tão famosas iguarias brasileiras.
Mas desenganem-se se acham que não apanhei chuva. Apanhei chuva e cheias. E diziam eles que estávamos no Verão... nem quero imaginar quando chega o Inverno.







A primeira coisa que eu quis fazer foi logo provar a água de côco.
Sim, eu sei que já temos disto por cá, mas sejamos sinceros, não sabe ao mesmo.
Eu tinha de ir directamente à fonte para provar e...
Caramba!
Fresco, cheio de água e a saber a vida.
Passava a vida nisto, se pudesse.









Passeei por vários sítios, vários parques e sempre com temperaturas instáveis. Mas eu desculpava. Afinal de contas, eu estava no Brasil a beber águas de côco... não podia querer tudo duma vez.








A passear pelo centro de São Paulo, deparei-me com isto.
É a loja da Magnum? Dá ideia que sim...
Não! É a sapataria Melissa que nos recebe com esta entrada espectacular. Vou confessar que a sapataria em si não me conquistou tanto como esta entrada, uma brilhante pareceria com a Magnum.
Chocolate a derreter pelas paredes, bancos feitos de paus de gelado... Tudo tão íncrivel que me vez ficar uma boa meia hora a apreciar a originalidade.








A rua 25 de Março é provavelmente das ruas mais movimentadas do mundo.
Para se circular tem de se ter bastante atenção porque a qualquer momento vamos contra alguém ou temos um rapaz a tentar vender-nos qualquer coisa. O que é bastante útil, porque enquanto fez sol eles vendiam águas geladas e quando começou a chover começaram logo a vender chapéus-de-chuva. Espectáculo.
Lojas de tudo e mais alguma coisa, armazéns gigantes, pessoas e mais pessoas...











Vocês vão achar tão bizarro quanto eu e por isso é que tenho de partilhar com vocês.
Esta loja é para se arranjar as unhas e... fazer refeições. Sim, também é café.
Eu tive de conferir e não estava errada. Existem locais no Brasil onde é possível pintar as unhas de vermelho e comer um bolo de arroz ou... sei lá, um croissant. Estranho, certo?









A cidade em si:
Bastante movimentada e com muito trânsito!
As pessoas são bastante simpáticas e acessíveis.
A comida era deliciosa!









Quero regressar ao Brasil, mas desta vez para conhecer o Rio de Janeiro. Aí é que me afundo em águas de côco.
Não meti mais fotografias de São Paulo porque perdi algumas quando mudei de computador, mas a ideia ficou patente, certo? Espero que sim.

Kisses!


Favoritos do momento

Quando gosto de um produto, uso até não ter ponta por onde se lhe pegue e depois venho com a típica frase: "Devia ter poupado isto..."
Nunca poupo. Nunca paro de usar.

Estes são os meus produtos favoritos do momento, os meus bebés, vá.

1º Produto: Corrector Double Wear | Estée Lauder - É o meu favorito desde sempre. Quando acaba, lá vou eu buscar outro... Cobre que é uma maravilha e dura all day long. Perfeito.
2º Produto: The Porefessional | Benefit - Valeu a pena investir neste menino! Disfarça muito bem os poros e a maquilhagem fica impecável ao longo do dia.
3º Produto: Matte Bronzer | Nyx - Ao início fiquei reticente, mas depois foi só amor. Dá um ar natural e tem uma qualidade/preço excelente. 
4º Produto: Vivid Backed Highlighter | Makeup Revolution - Ilumina qualquer alma. Maravilhoso.
5º Produto: Studio Fix | MAC - Qual base liquida, qual quê. Desde que me agarrei a este bichinho que não quero outra coisa. Cobertura óptima, dura o dia todo e dá um efeito natural.
6º Produto: Eau de Parfum Intense | Dolce&Gabbana - Sabem aquele perfume que deixa rasto onde quer que estejamos a passar e qualquer pessoa quer saber qual é? Este é o perfume. Apetece usar todos os dias. Mas este eu confesso que ando a poupar, bem poupadinho! 
7º Produto: Batom Matte | L.A Girl - É um dos produtos que mais uso. Dura e dura e dura e dura... bem, vocês entendem. Qualidade excelente. 

E estes foram os favoritos do momento! Vocês usam alguns destes produtos?

Prometo que da próxima vez a fotografia terá uma qualidade muito melhor - Em minha defesa, eu estou a fazer este post às quatro da manhã e tenho que me levantar daqui a três horas.

Kisses!




Ideias para pequenos-almoços saudáveis.

Janeiro.
Aquele mês em que juramos com os pés bem juntinhos que é neste ano que vamos ter uma alimentação saudável. Ou pelo menos tentar. Ou pelo menos ter umas 2 vezes por semana. Ou pelo menos... Bem, não interessa. O que interessa é que estamos positivos.

E é nessa onda positiva que vamos continuar e por isso, trago-vos 3 ideias para 3 possíveis pequenos-almoços saudáveis, rápidos e deliciosos!

1ª Ideia: Papaia Recheada com Iogurte NATURAL (livrem-se de açúcares!), granola e sementes de chia e linhaça. - Juro-vos que vão adorar.

2ª Ideia: Papas de Aveia com 1 quadrado de chocolate negro 80% cacau, acompanhado de amêndoa, sementes de linhaça e kiwi. - Num outro post, ensino-vos a fazer papas de aveia.

3ª Ideia: Metade de uma meloa recheada com Iogurte NATURAL (se eu sei que vocês polvilharam com uma graminha de açúcar...), sementes de abóbora, linhaça e chia. - Divino!

Deu fome? Eu percebo!

Estas foram as 3 ideias, mais tarde virão outras tantas.

NÃO SE ESQUEÇAM! O açúcar fica para Dezembro, está bem?

Kisses!

É Oficial! Nasceu!

Nasceu? Quem? O bebé da vizinha?
Não!

O La Petite Dani!

Sejam bem-vindas ao meu novo espaço, ao espaço onde a partir de hoje irei partilhar posts que abordam vários temas.
Desde maquilhagem, receitas saudáveis, as minhas viagens e muito mais.

Regressei ao blog após várias pessoas pedirem, entre elas as minhas amigas fantásticas que atendem pelo nome de Descabeladas - claro que tinha de falar delas no primeiríssimo post que marca o nascimento do La Petite - sem a ajuda, sem a amizade, sem a insistência delas, eu jamais estaria a fazer este post.
Portanto, Neuza, Andreia, Bé, Iris e Sofia, obrigada. Confesso que já tinha saudades disto.

Sem hipocrisias! (já começa!) Espero que o blog cresça, que tenha o que é necessário para agradar a quem vai seguir e que exista feedback.

O que é que podem esperar por aqui?
Acima de tudo, falar das coisas sem ser vulgar.
O bom humor irá estar sempre presente, a sinceridade e provavelmente... o sarcasmo. (Já que é um dos meus apelidos.)

Em breve haverá surpresas! Surpresas de lançamento!
Quando? Ah... pois... Têm de seguir este bebé para ficarem sempre a par de tudo!
(Com o jeitinho que tenho para promover isto, vou longe... Ainda me contratam para ir promover produtos para o programa do Goucha.)

Encontro-vos no próximo post?

Kisses!